Blog

13aef-shirlyeckerbx
Câncer: ao invés de lutar, viver com ele

Posted by    |   agosto 29th, 2013   |   No Comments

Shirly Ecker. Pune, India. Quinta-feira, 29 de agosto de 2013.
Este mês conheci uma mulher fantástica aqui em Pune no Instituto Iyengar chamada Shirly Ecker. Shirly teve alguns tipos de câncer por 5 vezes e sobreviveu. Vem anualmente há 25 anos estudar com Guruji. É professora de Iyengar Yoga para pacientes com câncer no departamento gineco-oncológico do hospital Sheba Medical Center, em Ramat Gan, localizada a leste de Tel Aviv, Israel. Quando chegou de Israel em Pune há duas semanas não tinha agendado um lugar pra ficar e veio falar comigo pois soube que havia um quarto vago em meu apartamento. Estava um pouco esbaforida. Acabou encontrando outro lugar pra ficar. Depois a encontrei de novo e percebi que é uma pessoa doce. “Apenas chego. As pessoas sempre ficam felizes quando a gente vem, então eu sempre encontro onde ficar e um espaço para praticar no Instituto” diz Shirly, que se reporta diretamente a Guruji, recebendo seus cuidados desde a primeira vez que teve câncer. Podemos encontrar fotos de Shirly no Instituto ainda muito jovem e sem cabelos, devido à quimioterapia, participando atenta de aulas com nosso mestre. Tem um senso de percepção apurado. Observa atenta, tateando por onde andar e de quem se aproximar. Me convida pra um Chai, mas estou a caminho do Instituto pra fazer minha inscrição para meu próximo ano aqui. Ficamos na calçada conversando por uns 10 minutos, ela me conta que todos estes anos tem tido muitas experiências, e que escreveu um livro que ainda não foi publicado. Conto que gostaria de lê-lo, ela me diz que enquanto isso há muitos artigos dela na internet. Mas conta que todos os diagnósticos médicos diziam que ela não sobreviveria por muito tempo, e isso faz 25 anos. Eu me alegro. Mas ela diz que definitivamente não é só yoga que cura, nunca podemos dizer que é só o yoga. Mas que ajuda muito. Eu pergunto como é o trabalho dela com Guruji, ela diz que ele a ajuda imensamente. Desejo que seu livro seja publicado, é muito importante compartilhar. Ela diz “sim, a única razão de eu escrever este livro é que não acho certo eu estar viva e outros não estarem por causa do câncer”. Que coisa mais linda. Reforço meu desejo de boa sorte com o livro e Shirly diz “sim, ele virá, ele virá”. Me pergunto se a forma de Shirley se relacionar com tudo isso já não é resultado da prática do Yoga permeada em todo o seu ser. Creio que sim. Quando nos despedimos nesta manhã ela me diz sorridente: “Boa viagem de volta. E não leve a vida tão a sério.”
Alguns artigos sobre Shirly Ecker:

Deixe uma resposta